Duas pessoas são mortas a golpes de foice em São Domingos do Prata; Quatro suspeitos foram presos.

Nesta quarta-feira 20 de maio de 2020, a Polícia Militar recebeu uma ligação via 190, relatando um incêndio em uma residência na zona rural de Bicudo, pertencente a cidade de São Domingos do Prata MG.

A equipe do turno deslocou até o local e deparou com a residência já totalmente consumida pelas chamas e logo na entrada da residência um corpo caído ao solo com ferimentos na cabeça.

Acionada perícia, compareceu ao local a Perita Margarete, que localizou outro corpo no interior da residência.

No local haviam parentes das vítimas e uma testemunha que presenciou os fatos e um senhor que residia com as vítimas e havia saído do local pouco antes do crime.

Quando este senhor retornou ouviu gritos de socorro e vozes, tendo se escondido até cessar o barulho. Quando se aproximou o crime já havia se consumado e a casa estava em chamas.

Foi solicitado apoio de outras viaturas onde foi realizado buscas na região, após certo tempo os militares chegaram a dois suspeitos, um de 19 e outro de 20 anos, que após serem questionados teriam confirmado a participação no crime e apontando os demais envolvidos.

Na residência de um deles foram localizadas roupas que foram usadas no momento do crime, inclusive um tênis com vestígios de sangue.

Tendo conhecimento da participação de dois irmãos, militares estiveram na possível residência destes, contudo não estavam no local.

Mais tarde, as equipes policiais retornaram ao mesmo local e após buscas na propriedade localizaram outro suspeito de 28 anos, juntamente com sua companheira de 21 anos, que estaria envolvida no crime fornecendo apoio  para os irmãos na fuga.

Com este suspeito foi localizado um revólver cal. 32, desmuniciado, o mesmo possui em seu desfavor um mandado de prisão em aberto.

Com a companheira foi localizado uma bucha de maconha e R$90 reais em dinheiro, que teria sido levado para auxiliar na fuga dos irmãos.

Na residência do pai dos irmãos foi localizado uma mochila, de propriedade da esposa do outro suspeito, contendo diversos itens pessoais para ficarem escondidos no mato.

Os suspeitos teriam alegado que combinaram de cometer um roubo na propriedade rural para apossarem das armas de fogo que as vítimas possuíam, que seriam utilizadas para outros crimes, mas que um deles parecia transtornado, e teria matado as vítimas brutalmente com golpes de facão e foice.

No local do crime foram localizadas 3 foices sujas de sangue, provavelmente empregadas para a execução das vítimas, além de uma espingarda cal .28 consumida pelas chamas.

Militares realizam buscas no intuito de realizar a localização e prisão do último suspeito envolvido no crime.

 

RKIO NOTÍCIAS