Polícia Civil prende suspeito de matar cavalo com lança

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu, na última sexta-feira (10/9), um idoso de 71 anos, suspeito de ter atirado fogos de artifício em direção a um cavalo e perfurado o animal com uma lança, no município de Ubá, na Zona da Mata mineira. A conclusão de investigações resultou no cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisão em desfavor do investigado na Zona Rural da cidade.

 

 

Após trabalhos investigativos e perícia realizada por um médico veterinário, foi constatado que o golpe de lança perfurou vários órgãos do animal, resultando na morte dele. Na ação, também foram efetuadas buscas e encontradas duas caixas de fogos de artifício que o suspeito alegou ter usado para espantar animais de seu terreno.

 

Conforme informações do delegado regional em Ubá, Diêgo Candian Alves, foi decidida a criação de uma delegacia especializada para apurar crimes ambientais. “Após o episódio de crueldade com o cavalo, diante do crescente índice de crimes ambientais em Ubá, decidi – com o apoio do deputado Noraldino Júnior e da vereadora Jane Lacerda-, pela criação da Delegacia Especializada de Meio Ambiente, que ficará responsável por investigar maus-tratos a animais, matadouros clandestinos, atividades de degradação do meio ambiente e crimes correlatos”, concluiu.

 

O suspeito foi encaminhado ao sistema prisional, permanecendo à disposição da Justiça.

Divulgação Polícia Civil 

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com