PCMG prende grupo suspeito de aplicar golpes em concessionárias

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) identificou e prendeu um grupo de estelionatários suspeito de aplicar fraudes em compra de carro de luxo em Belo Horizonte e na Região Metropolitana. Na ação da PCMG, que terminou com três presos em flagrante nessa segunda-feira (27), foram apreendidos cartões de crédito, diversos documentos falsos, dinheiro em espécie, além de um veículo de luxo. Somente nos últimos quatro meses, os levantamentos realizados pela Polícia Civil revelam um prejuízo no valor de R$600 mil para as concessionárias da capital e da RMBH.

Os detidos, dois homens e uma mulher, foram autuados pelos crimes de uso de documento falso, estelionato e associação criminosa. Segundo o delegado Magno Machado, os presos integram uma comunidade cigana especializada neste tipo de golpe contra concessionárias. “Por meio de documentos e contas bancárias falsas eles alcançavam o crédito nas instituições financeiras, e com cartão de crédito efetuavam a compra de veículos de luxo. Posteriormente, realizam a venda do carro na Região Nordeste do País”, explica o delegado.

De acordo com a investigação criminal conduzida pela equipe da 1ª Delegacia Especializada em Investigação de Fraudes da PCMG, o grupo também atuou em outros estados do Brasil. Conforme informações já apuradas, o prejuízo causado pela associação criminosa, em todo o País, ultrapassa os R$ 5 milhões. “As investigações prosseguem na tentativa de se efetuar a prisão dos demais integrantes do grupo”, destaca Magno.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com