Metabase inicia acordos para 10.000 funcionários de empresas mineradoras de MG

O Sindicato Metabase de Itabira e Região, iniciou nesta semana uma série de acordos trabalhistas com as principais empresas de extração mineral de Minas Gerais. Responsável por representar cerca de 10.000 funcionários, com uma base territorial de 20.000 trabalhadores, o sindicato, que possui cerca de 5.000 associados, entre trabalhadores ativos, aposentados e pensionistas, quer retomar as discussões como foco nos ganhos financeiros. André Viana, presidente do Metabase Itabira esclarece: “A pandemia trouxe-nos perdas irreparáveis, afinal, tivemos trabalhadores que faleceram por causa da doença e um grande número ficou isolado dentro de casa por fazerem parte do grupo de risco definido pelos órgãos de saúde, reconhecemos isso. Por outro lado, a produção não parou em nenhum momento, já que o Ministério das Minas e Energia decidiu que a mineração é atividade essencial e permitiu a continuidade das atividades do setor”. O presidente ainda afirma que durante o ano passado e ainda este ano, foram registrados recordes de produção em todas as empresas e consequentemente, aumento dos lucros, o que demonstra que os trabalhadores “além de não pararem, conseguiram aumentar a produção, contribuindo para o aumento substancial dos lucros.” André Viana disse que as fases da mineração (pesquisa, lavra, beneficiamento, processamento, transformação, comercialização, escoamento, transporte e entrega) não foram paralisadas: “Justamente pelo fato de ser atividade essencial, os trabalhadores tiveram que continuar saindo de casa, correndo o risco de levar o vírus e contaminar toda a sua família. Muitos estavam em home-office, sabemos disso, mas a maioria estava nas minas, produzindo; o chão de fábrica não parou em nenhum momento. Todo ano eu digo e repito: chegou a hora da empresa reconhecer o valor do seu funcionário, é hora da valorização, sem tapinha nas costas, sem falsidade e blablabla. Compromisso, reconhecimento, valorização, são palavras de ordem nas reuniões, virtuais ou não”, disse André.

Trabalhadores definem as pautas

As principais propostas dos trabalhadores comporão as reivindicações da categoria, além das demandas que o sindicato já está preparando: “O METABASE ITABIRA não renuncia às principais pautas. Como de costume, estamos realizando uma pesquisa com os trabalhadores para levantarmos seus interesses, seus anseios. Sabemos da importância dos reajustes no salário e no cartão alimentação, bem como o aumento da cobertura do plano de saúde e a revisão ou implantação do plano de carreira e sucessão, que possibilita os trabalhadores crescerem dentro da empresa. Tudo isso, e como eu disse, as demandas do sindicato, serão apresentadas em mesas de reunião”, finalizou o sindicalista.

COMUNICAÇÃO METABASE

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com