Itabira e cidades da região definem sobre não realizar o Carnaval

Reunião entre prefeitos da Amepi ocorreu de forma virtual e foi requerida pelo prefeito Marco Antônio Lage

Itabira e demais cidades que compõem a Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Piracicaba (Amepi) definiram, nesta terça-feira (25), em reunião virtual, que não haverá Carnaval promovido com recursos públicos em 2022. A decisão está atrelada ao cenário atual da Covid-19.

O encontro foi sugerido pelo prefeito de Itabira, Marco Antônio Lage, vice-presidente da Amepi. Também participaram os gestores de São Domingos do Prata, Fernando Rolla (presidente da associação); Catas Altas, Saulo Morais; de Nova Era, Txai Costa; de Santa Bárbara, Alcemir Moreira; de João Monlevade, Laércio Ribeiro; de Dom Silvério, José Bráulio Aleixo; e de Bom Jesus do Amparo, Pedro dos Santos Moreira “Pedrada”; além de servidores indicados por outras prefeituras e funcionários da Amepi.  

Os prefeitos falaram sobre a curva crescente de casos de Covid que é observada em toda região e concordaram que o momento exige cautela. Itabira já havia sinalizado que não realizaria a festa neste ano e levou a posição aos demais municípios, que concordaram com a decisão conjunta.

“Já havíamos tomado essa decisão internamente, mas, desde o início, eu disse que o melhor é sempre que os municípios sigam na mesma direção. É o que acreditamos enquanto associação. Foi assim lá atrás, quando definimos seguir para a Onda Roxa, e é assim novamente agora. De nada adianta uma cidade deixar de ter a festa se a outra que está do lado vai promover. Aí você joga o impacto todo para a cidade vizinha. Com a decisão em conjunto, a gente compartilha experiências e soluções”, diz o prefeito de Itabira, Marco Antônio Lage.

Outros temas de interesse regional também foram discutidos, como vacinação e a volta às aulas em fevereiro. Também ficou definido na reunião que os municípios vão unificar o calendário e instituir ponto facultativo na segunda e na terça de Carnaval. Assim, a Quarta-Feira de Cinzas terá funcionamento normal nas repartições públicas municipais. Um novo decreto será preparado pela Prefeitura para regulamentar a decisão.

ASCOM PMI 

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com