Suspeito de extorquir o Jogador Diego Tardelli é preso em Itabira

 

Suspeito de extorquir ex-jogador do Atlético Mineiro Diego Tardelli é preso no bairro Amazonas nesta madrugada de quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018.

Arthur Venâncio, foi  condenado em 27 de março de 2014, na época com 24 anos, estava sendo considerado Foragido da justiça, desde o dia 5 de julho de 2017, sendo capturado em 18/02/2018 , por um mandato expedido pela magistrada MM Cibele Mourão Barroso Figueiredo.

De acordo com as informações por volta de 1h45min desta madrugada, os Militares cumpriram um mandado judicial expedido pela juiza , na rua Guanabara, no bairro Amazonas. Segundo informações o Itabirano de 28 anos, foi condenado pela justiça em processo criminal por extorsão, as informações são que a vítima seria o jogador de futebol Diego Tardelli que jogou no Galo.

A vítima, segundo altos do processo, seria o jogador atleticano, Diego Tardelli, que registrou um boletim de ocorrência, na 4° delegacia cívil, no centro da capital mineira. No BO, consta que o jogador estava recebendo mensagens de um suposto hacker, que afirmava ter criado um software, onde conseguia informações do celular e computador do jogador, e que a divulgação dos conteúdos iria causar “transtornos incalculáveis” ao Tardelli, caso o mesmo não pagasse a quantia de $100 mil.

Após os registros, a polícia civil, começou as diligências e, em 30/06/2017, prendeu o estelionatário no centro da capital, em cumprimento ao mandato da juíza Cibele Mourão.
Arthur, foi condenado há 5 anos e 4 meses em regime semiaberto, porém recorreu por 3 vezes da pena, sendo a última no STJ, solicitando que a pena fosse em prisão domiciliar, mas o pedido foi negado.

Ricardo Henrique Pinto Coelho, 25 anos, também foi condenado por envolvimento no mesmo crime e está preso.
Segundo informações os Militares já haviam tomado conhecimento sobre o mandado de prisão em aberto em desfavor do suspeito, no momento em que patrulhavam pela rua Guanabara avistaram o suspeito em frente sua residência na companhia de outra pessoa, no momento da abordagem, segundo a Policia Militar o suspeito tentou correr, mas foi contido pelos PMs na entrada do portão da residência, mas o irmão do rapaz interviu e fez com que os Militares solicitassem apoio de outros Policiais no local.

No momento do cumprimento, os dois Sargentos de 40 e 45 anos, acabaram sofrendo algumas escoriações leves nos braços, ao baterem com os corpos na grade e muro da residência do suspeito. Ambos foram levados ao pronto-socorro onde receberam atendimento medico e foram liberados em seguida.

Após conversa com os familiares, o suspeito acabou se entregando na companhia de seu advogado que o acompanhou durante todo tempo até a Delegacia de Policia Civil. Após ser ouvido pelo escrivão e Delegado de plantão foi levado para o Presídio Itabira na localidade do Rio de Peixe onde cumprirá sua pena.

error: PROIBIDA REPRODUÇÃO, USE AS FERRAMENTAS DE COMPARTILHAMENTO .