O seu silêncio pode ser fatal

Olá pessoal!

Hoje, ainda para ajudar na sua saúde, vamos falar sobre o silencio que você faz e a mágoa que você insiste em guardar.

Sabe aquela briga de família antiga, ou uma briga com parentes do seu cônjuge ou até mesmo com seu próprio cônjuge e que você opta pelo silencio, em não revidar respostas, provocações e/ou se calar para não render ainda mais a situação desagradável?? Na verdade, essa é sua melhor opção.

O silêncio é de ouro e muitas vezes é resposta e uma posição inteligente em assumir erros que a maioria das vezes não é seu. Mas pela sua inteligência, prefere ficar nesse status e vida que segue.

Mas há um porem muito maior do que evitar brigas, constrangimentos e desavenças.

Não adianta você optar pelo silencio e ficar remoendo tudo o que ouviu, leu e/ou viu. O silencio foi apenas para evitar transtornos maiores e após isso você precisa saber que guardar coisas ruins, remoer ou até mesmo relembrando ou relendo pode te causar sérios danos e levando sua saúde a um estágio não muito agradável.

O que causa tudo isso não é o silencio que você faz e sim o que você faz com o que te afetou. A dor ou emoção reprimida, ou seja, que não é dita (para evitar outros transtornos) pode gerar doenças em você:

Vejamos:

**Sintomas que podem estar relacionados à dor reprimida:

-Físicos: úlcera, hipertensão, alergias, asma, estresse, e a longo prazo, câncer.

-Psíquicos: irritabilidade, ansiedade, agressividade, nervosismo.

Sociais: queda de desempenho no trabalho, tendência ao isolamento, apatia, conflitos domésticos, dentre outros.

Fonte: minhavida.com.br

Vamos para algumas soluções para que tudo que te causa danos como: mágoa, tristeza, perca de vontades no dia a dia, choro compulsivo seja amenizado e você não sofra com os sintomas citados acima:

– Evite falar do assunto para não relembrar de tudo que te deixa para baixo;

– Se coloque na posição que você é e não na posição que querem te colocar;

– Imponha para você mesmo que és importante mesmo as pessoas dizendo ao contrário;

– Todos os dias olhe no espelho e sorria para você mesmo que seja um sorriso sem graça, mas não desista de você;

– Quando sentir que a depressão está batendo a porta, comece a cantar, sorria sozinha e diga para você mesmo: Não aceito isso na minha vida!

Muitas das vezes precisamos impor as coisas para nós mesmo e quando não fazemos isso deixamos as coisas ir acontecendo e quando assustamos já estamos dentro desses sintomas e nem vemos a saída.

Faça o teste! Se for muito difícil busque ajuda de profissionais.

Cuide de você, para que você possa cuidar dos seus familiares.  

Fique atento aos sintomas e busque ajuda! Você é especial para sua família e para Deus!

Karine Antunes

karinek.antunes@hotmail.com

 

 

 

error: PROIBIDA REPRODUÇÃO, USE AS FERRAMENTAS DE COMPARTILHAMENTO .