Saae faz alerta: água pode faltar se a população Itabirana não economizar.

ETAs do município já tiveram redução de 2/3 na captação de água

Há mais de 100 dias Itabira não tem chuvas significativas. Isso fez com que a oferta de água sofresse uma redução drástica nos mananciais da cidade.

Diante da estiagem típica dessa época do ano, a Prefeitura de Itabira, por meio do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) faz um alerta: se a população não economizar, a água pode faltar nas torneiras.

Os centros de climatologia preveem a continuidade da seca.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), por exemplo, sinalizou que uma massa de ar seco impede a formação de nuvens de chuva, situação que deve perdurar nos próximos meses.

Leonardo Lopes, diretor-presidente do Saae, explica que a estiagem prolongada já impactou as Estações de Tratamento de Água (ETA) do município.

Os dados são críticos: na ETA Pureza, sistema que abastece mais da metade da cidade, a produção caiu de 168 litros por segundo (l/s) no tempo mais úmido para os atuais 50 l/s.

Da mesma forma a seca atingiu a ETA Gatos, que está produzindo 37 l/s de água (fora da estiagem, a estação produz ao menos 90 l/s).

A captação menor também foi observada na ETA Rio de Peixe, abastecida por reservatórios da Vale, e nos Poços Artesianos Areão e Três Fontes.

O Saae realiza uma força-tarefa para minimizar os transtornos com diversas ações – manobras alternadas para a distribuição de água ao longo do dia nos bairros; manutenção e vistoria constantes, para evitar vazamentos e desperdícios; além do reforço de motobombas movidas por gerador.

Porém, enquanto a chuva não chega com volume para que o sistema se recomponha, é fundamental o apoio da população. “Nós pedimos compreensão dos moradores.

Uma mudança de hábitos no dia a dia é necessária, como não lavar calçadas e carros com mangueiras; verificar se há vazamentos em torneiras, canos ou descargas; fechar o chuveiro para ensaboar o corpo ou fechar a torneira enquanto lava a louça, entre outras medidas de economia.

Cada um tem papel fundamental neste momento”, recomenda Leonardo Lopes.
Para informar vazamentos na rede do município e obter outras informações, o telefone do Saae Itabira é o 115.

RKIO/ASCOM/PMI

error: PROIBIDA REPRODUÇÃO, USE AS FERRAMENTAS DE COMPARTILHAMENTO .