Homem que aplicava golpe do cartão é preso em Itabira

Na noite desta sexta-feira (21) por volta das 19 horas, um homem de 20 anos foi preso em Itabira pela Polícia Militar, após aplicar diversos golpes do cartão em Itabira MG.

Durante o dia a polícia foi solicitada em duas ocorrências onde as vítimas alegaram que foram enganadas por um homem, que se dizia funcionário do banco, o indivíduo teria dito as vítimas que os cartões tinham sido usados de forma indevida e que iria recolher, convencendo-as a repassarem também a senha.

Através de câmeras de segurança, foi possível identificar que o autor teria saído em um VW UP de cor preta. Durante patrulhamento o veículo foi localizado e abordado na rua Humberto Campos no bairro João XXIII, o condutor ao ser questionado relatou que era motorista de aplicativo, informou que trabalhava em parceria com seu pai.

Ao entrarem em contato com o pai do condutor, o mesmo disse que teria feito diversas corridas para o indivíduo apresentado nas imagens das câmeras de segurança e que sempre o pegava em um hotel localizado no bairro Caminho Novo.

Em contato com o hotel, foi informado aos policias que o indivíduo estava hospedado no local, ele apresentava atitudes suspeitas, entrando e saindo várias vezes ao decorrer do dia , tendo ele fechado a conta e saído com uma mochila nas costas.

Com as informações e características do indivíduo os policias foram até a rodoviária localizada na avenida João Pinheiros, após vistoria em um ônibus que seguia para Belo Horizonte o indivíduo foi identificado e abordado, durante buscas pessoais ele teria jogado cartões por debaixo do ônibus momento em que recebeu voz de prisão em flagrante pelo crime de estelionato.

O motorista do aplicativo informou que fez diversas corridas para o indivíduo o que leva a crer que várias pessoas na cidade foram enganadas por ele.

Uma das vítimas relatou que teve um prejuízo de R 2.999,00 reais, já outra de R$ 6.000,00, não se sabe ao certo quantas pessoas caíram no golpe aplicado pelo homem que foi preso.

O preso entrou em contradição por diversas vezes com relação a sua identificação, alegou ser morador de São Paulo fato que não foi confirmado. Ele relatou que foi contratado para aplicar o golpe na cidade e que receberia um porcentual dos valores arrecadados.

Com ele foi apreendido R$ 2.000,00 em dinheiro, máquinas de cartão, cartões de crédito e débitos e um celular, todo material foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil juntamente com o indivíduo , ficando a disposição do delegado de plantão.

RKIO NOTÍCIAS

 

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com