Vale e Mining Hub anunciam o primeiro edital de inovação aberta de 2021

Belo Horizonte, 7 de janeiro de 2021 – A Vale e o Mining Hub lançaram, nesta quinta-feira, o M-Spot Ciclo 2, um programa de inovação aberta customizado para solucionar 16 desafios da mineradora em seis diferentes áreas: cadeia de valor, energia, geotecnia, saúde e segurança, gestão de ativos (mina) e gestão de ativos (usina).

Em sua primeira versão, foram disponibilizados mais de R$ 2 milhões para as startups e empresas de base tecnológica selecionadas para a implementação das provas de conceito, que estão em andamento nas áreas internas da Vale. Para a segunda edição do programa, o valor pode ser ainda maior.

O sucesso da primeira edição gerou grandes expectativas para o segundo ciclo do M-Spot, como afirma Júlio Barbosa, do time de Inovação Aberta da Vale. “Tivemos no Ciclo 1 cerca de 200 inscrições de diversos países e estados brasileiros. O alcance que o programa tem tido e a notoriedade nos fazem acreditar que esta é uma caminhada de sucesso, em que os dois lados ganham e aprendem juntos: as empresas e o ecossistema de inovação”, ressalta. A expectativa do Mining Hub também é alta. “Estamos animados para essa nova rodada de desafios em busca de soluções inovadoras para o setor de mineração”, destacou Claudia Diniz, diretora executiva do Mining Hub.

O programa M-Spot é organizado pela Aceleradora Corporativa Neo Ventures, que possui mais de 12 anos de experiência em projetos na área de inovação. Devido à pandemia, o segundo ciclo também será realizado por meio de encontros e meetups virtuais. O programa possibilita que startups se aproximem de uma grande empresa e tenham acesso a networking, recursos e infraestrutura para desenvolvimento de soluções.

As inscrições começaram nesta quinta-feira e vão até o dia 7 de março. Para se inscrever e conhecer mais sobre o programa e os desafios, acesse: https://www.mininghub.com.br/programas/mspot/.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com